O QUE É O MEU PRIMEIRO EMPREGO?

O MEU PRIMEIRO EMPREGO é um projeto de capacitação e treinamento de jovens. O MEU PRIMEIRO EMPREGO, em parceria com empresas e entidades sem fins lucrativos, objetiva conseguir a primeira oportunidade de emprego para jovens, estudantes do ensino médio, com idade entre 16 e 21 anos da cidade do Jaboatão dos Guararapes em situação de vulnerabilidade social.




DICAS

Veja dicas de como se comportar em entrevista de emprego

Entre dicas estão não chegar atrasado, olhar nos olhos do entrevistado, nunca falar gírias. Especialista em recursos humanos diz que comportamento depende do tipo de empresa. Quem é chamado para uma entrevista de emprego costuma ficar cheio de esperança e pensa que pode ser a grande chance. Mas em meio a tanta expectativa vêm as dúvidas como que roupa usar, o que dizer, que atitude tomar.

É natural ficar nervoso e inseguro numa hora importante, em que a pessoa está sendo analisada. E pode acontecer de o candidato ter qualificação para o serviço, mas perder a vaga por se comportar mal. É aí que entram as lições de um projeto que funciona em Taboão da Serra, na Grande São Paulo.

O Projeto Uirapuru, que prepara jovens para trabalhar como estagiários e aprendizes, existe há um ano e participam dele jovens de ensino médio e de baixa renda. Já se formaram cem jovens. O projeto prepara os jovens e os indica para as empresas. Há 60 vagas em aberto e as inscrições vão até o dia 30 deste mês ( clique aqui para ler saber mais sobre o projeto ). Mais informações podem ser obtidas através do telefone 4701-5641 ou no endereço eletrônico www.fbh.org.br.

Segundo Daniela Michel, diretora do projeto, os jovens entram nas empresas para aprender e trabalham ou na área de auxiliar administrativo ou como atendentes em consultórios.

Os alunos têm aulas de informática, matemática financeira, inglês e comunicação. O desafio é encarar uma entrevista de emprego. E é por isso que nas aulas de postura profissional eles ficam atentos às dicas da professora.

Entre as dicas estão não chegar atrasado, olhar nos olhos do entrevistado, nunca falar gírias.

Camila Lima foi reprovada na primeira seleção - levou o pai na hora da entrevista e não conseguiu controlar a ansiedade. “Fiquei muito nervosa, não consegui falar de mim mesma.” Agora, o discurso já está na ponta da língua. “Eu sou pró-ativa, gosto de trabalhar em grupo”.

Segundo a especialista em recursos humanos Gerusa Mengada, o comportamento recomendado depende do tipo de empresa. “Em algumas empresas as pessoas que usam roupas supermodernas e são atrevidas podem ser valorizadas, em outras o bom é uma conduta discreta, falar baixo, gestos mais contidos”.

Segundo ela, existem coisas proibidas, como mascar chiclete, usar roupa que deixa a barriga de fora ou a cueca aparecendo, falar palavrão ou muita gíria.

Fonte: Do G1

rodapé